Mídia

acompanhe nossas novidades no facebook
Notícias

60 Anos da Santa Casa de Maringá

Parabéns a Santa Casa de Maringá pelos seus 60 anos e pela parceria de mais de 11 anos com a MEP Arquitetura e Planejamento nos projetos realizados para o Hospital.

Hospital Regional de Guarapuava

O Hospital Regional de Guarapuava da Secretaria do Estado da Saúde do Paraná com 16.000,00m², é mais um Projeto da Mep Arquitetura e Planejamento.

UPA Campo Mourão

A Unidade de Pronto Atendimento de Campo Mourão tem previsão de conclusão das obras para dezembro/2014, mais um Projeto da Mep Arquitetura e Planejamento.

Veja mais notícias
Publicações

Revista MEP Arquitetura e Planejamento

Publicação da MEP Arquitetura e Planejamento
1ª Edição - Junho/Julho 2014
Jornalista Responsável:
Fernanda Bressan
(DRT/SP 46219)

Tempo é uma palavra que pode ser muito bem aproveitada. No caso da MEP Arquitetura e Planejamento, o tempo sempre foi um grande aliado. Com o tempo - a empresa completa 10 anos de mercado em 2014 - os profissionais adquiriram experiência e expertise para atuar em grandes projetos na área da saúde, da indústria e de edificações complexas.

 

 

Tempo é uma palavra que pode ser muito bem aproveitada. No caso da MEP Arquitetura e Planejamento, o tempo sempre foi um grande aliado. Com o tempo - a empresa completa 10 anos de mercado em 2014 - os profissionais adquiriram experiência e expertise para atuar em grandes projetos na área da saúde, da indústria e de edificações complexas. Essa bagagem é usada para ganhar tempo na hora de aprovar os projetos que precisam cumprir uma série de detalhes técnicos, licenças específicas e normas no setor que atuam. Além disso, o tempo é visto como um diferencial na elaboração dos projetos. Ao respeitar o cliente e cada etapa do processo, a MEP se tornou reconhecida por cumprir prazos.

Leia mais Baixar essa publicação

Plano diretor físico hospitalar: uma abordagem metodológica frente a problemas complexos

  • Ana Carolina Potier Mendes
  • Dissertação de Mestrado
  • Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo
  • UNICAMP, Campinas, 2007

 

A maior competitividade do mercado de assistência à saúde, o avanço das ciências médicas e as constantes necessidades de incorporação de novas tecnologias e de aprimoramento de instalações físicas têm levado hospitais a buscarem meios de organizar e direcionar suas ações e investimentos. Entretanto, em grande parte dessas estruturas encontram-se situações de obsolescência, improvisação e dificuldade de atualização espacial, causadas, entre outros motivos, pela falta de planejamento da área física. 

 

 A maior competitividade do mercado de assistência à saúde, o avanço das ciências médicas e as constantes necessidades de incorporação de novas tecnologias e de aprimoramento de instalações físicas têm levado hospitais a buscarem meios de organizar e direcionar suas ações e investimentos. Entretanto, em grande parte dessas estruturas encontram-se situações de obsolescência, improvisação e dificuldade de atualização espacial, causadas, entre outros motivos, pela falta de planejamento da área física. Nesse sentido, o plano diretor destaca-se como importante instrumento de direcionamento de ações por ser o elo de ligação entre o planejamento estratégico e a arquitetura do empreendimento. Assim, o objetivo da pesquisa é reunir conceitos e informações sobre a elaboração de planos diretores físicos hospitalares, com foco na abordagem metodológica em função da elevada complexidade que envolve o tema. A primeira parte do trabalho apresenta uma revisão bibliográfica que descreve a importância do planejamento físico hospitalar e o papel do arquiteto nesse processo, influenciado pela característica intrínseca dos hospitais que é a complexidade. São apresentados métodos e exemplos de planos diretores tanto nacionais quanto estrangeiros. Na segunda parte da pesquisa são analisados princípios e métodos utilizados por três arquitetos brasileiros no processo de elaboração de planos diretores hospitalares, relacionando-os com a revisão bibliográfica. Também é estudado o currículo de cada um dos arquitetos com o intuito de caracterizar parte da produção dos planos no país. Em síntese, a dissertação tem como intenção contribuir para o aprimoramento do trabalho de arquitetos, engenheiros e consultores que atuam no setor de saúde, e levar ao conhecimento de gestores, proprietários, órgãos públicos e outros o conceito e a importância de um plano diretor físico hospitalar.

Leia mais Baixar essa publicação

Hospital Master Plan: the role of the architect, methods of elaboration and characterization of Brazilian production

Ana Carolina Potier Mendes, Leandro Medrano

Artigo apresentado em Congresso - 2009
 

The paper presents some results from the dissertation “Hospital master plan: a methodological approach to complex problems”, developed in the Post-Graduation Program of the Faculty of Civil Engineering, Architecture and Urbanism, at the State University of Campinas, Brazil. It shows some main difficulties through which hospitals have passed to re-structure their area after the Brazilian process of globalization, when more updates were demanded to attend new programs and technologies. In this context, “hospital master plan” comes as an important management tool once it links strategic planning and the establishment architecture. The objective of this paper is to analyze master plans while understanding the role of the architect and his/her importance in hospital planning process; and to identify methods of master plan elaboration in current Brazilian production. The research is divided into bibliographical review, interviews and case study.

 

 

 The paper presents some results from the dissertation “Hospital master plan: a methodological approach to complex problems”, developed in the Post-Graduation Program of the Faculty of Civil Engineering, Architecture and Urbanism, at the State University of Campinas, Brazil. It shows some main difficulties through which hospitals have passed to re-structure their area after the Brazilian process of globalization, when more updates were demanded to attend new programs and technologies. In this context, “hospital master plan” comes as an important management tool once it links strategic planning and the establishment architecture. The objective of this paper is to analyze master plans while understanding the role of the architect and his/her importance in hospital planning process; and to identify methods of master plan elaboration in current Brazilian production. The research is divided into bibliographical review, interviews and case study. The results show that the architect participation is important and must occur from the beginning of hospital planning, once he/she helps to clarify the logic of space and its program and area organization. It is observed the architect preoccupation in not acting as a simple drawer, but to discuss the proper viability of the hospital, which requires specialized knowledge and constant professional actualization.

 

 

 29th Seminar of the Public Health Group of the International Union of Architects
“Trends in Health Facility”
Buenos Aires, Argentina, Nov. 4th - 5th, 2009
*Artigo apresentado em poster
 

 

 

Leia mais Baixar essa publicação
Veja mais publicações
Voltar